Vem aí Araxá Festival – Jazz e Blues

Redação 29 de março de 2019 0

Evento está programado para os dias 6 e 7 de setembro, além de shows, oferecerá palestras em escolas públicas

Uma experiência musical de alta qualidade e com apresentações inéditas que pretende aproximar os gêneros musicais jazz e blues da população. É com este objetivo que os idealizadores do Araxá Festival – Jazz e Blues estão trabalhando, para que a primeira edição do evento seja reconhecida. Serão dois dias de shows, 06 e 07 de setembro, com oito atrações musicais divididas em 10 horas de programação.

Idealizado e produzido pela Moinho Cultural, o Araxá Festival – Jazz e Blues promoverá também ações que visam deixar um legado para a cidade, como o estímulo à formação de grupos musicais araxaenses nestes dois estilos e à formação de plateia, por meio da “Palestra Percussiva – Jazz no Cotidiano”, que será ministrada gratuitamente em 20 escolas públicas.

Além disso, o evento traz geração de renda para o município através da contratação de serviços e produtos. Com tradição em eventos do gênero, a produtora realiza o Fundinho Festival, em Uberlândia, que já atingiu mais de 24 mil pessoas em suas duas edições, e tem 14 anos de experiência na gestão e produção de eventos culturais.

Segundo o coordenador e curador do Festival, Marcelo Mamede, que reside em Araxá, o projeto vem sendo pensado desde agosto de 2017, quando percebeu a receptividade e solicitações de vários amigos araxaenses para que a cidade fosse contemplada com um festival de foco exclusivo nestes dois estilos, surgindo assim o Araxá Festival – Jazz e Blues. “ Araxá possui grandes destaques nestes estilos, o Tiago Martins, um guitarrista de Jazz excepcional, o trabalho do Tarcísio Blues Band e da radialista Andressa de Carvalho, que tem um programa só de Blues”, afirma Mamede.

A programação do Festival tem como objetivos principais trazer atrações inéditas para a cidade e dar vazão à produção local. “Araxá tem diversas apresentações de artistas de Jazz e Blues, mas queremos primar pela novidade. O Brasil tem ótimos grupos musicais, alguns desconhecidos do grande público, mas com imensa qualidade artística e que tem muito a acrescentar para Araxá”, explicou o diretor de programação e curador do Festival, Marco Túlio que também ressaltou “Temos esta experiência através do Fundinho Festival e, adequando-se às características do público de Araxá, podemos ter bons resultados nesta primeira edição”, finalizou.

Mamede explicou que a equipe está em fase final de elaboração da Lei Rouanet. “Estamos iniciando a busca por patrocinadores e parceiros para viabilizarmos o evento. Por meio da Fundação Cultural ACIA, Fundação Calmon Barreto e Prefeitura, da Superintendência de Turismo, Empresas, Entidades do Sistema S e Apoios, esperamos conseguir os recursos para realizar o evento em Araxá. Os gestores culturais da cidade sabem da nossa capacidade, da qualidade e seriedade de nosso trabalho., Além disso estamos trazendo todo nosso conhecimento e bagagem de 38 eventos executados em 22 diferentes municípios, afirmou o coordenador e curador do Festival, Marcelo Mamede.

Jazz e Blues em Araxá

Mesmo com bandas em Araxá, os dois estilos musicais, tanto de jazz quanto de blues, ainda são pouco incentivados na cidade. De acordo com a apresentadora do programa de rádio D’blues, Andressa Carvalho, o festival é uma forma de aumentar uma demanda que já existe na cidade.

“Existem músicos que têm vontade de montar uma banda com o estilo Blues na cidade, porém há um receio de não haver público para o gênero. Um festival como este faz esse trabalho: de criar um público e abrir portas para novas formações de bandas focadas no gênero”, comentou.

O músico Tiago Martins também busca disseminar os dois estilos musicais. Proprietário da Escola de Música Nota Certa, ele realiza o Festival de Música de Araxá, que também busca formar público e incentivar músicos para os dois estilos musicais. “Fazendo este trabalho, vamos ter músicos mais motivados a buscarem conhecimentos sobre estes estilos musicais e pessoas que vão buscar esse tipo de show. Esse foi um trabalho feito a longo prazo em Uberlândia e também em Uberaba, cidades que hoje têm demanda e dias dedicados a esses estilos durante a semana. Creio que tanto o festival que realizo quanto o Araxá Festival – Jazz e Blues vão trabalhar juntos para disseminar esses estilos”, comentou Tiago.

Moinho Cultural

Fundada há 14 anos, a Moinho Cultural é uma produtora que atende empresas e agências de publicidade e relações públicas com a disponibilização de projetos próprios para patrocínio e criação de projetos sob medida, sempre alinhados às estratégias de comunicação do cliente, gerando entregas de qualidade que favoreçam a visibilidade, fortalecimento e reputação de marca.

Em 2019, passa a se disponibilizar também para projetos de terceiros como Planejamento e Conceito de Produto Cultural, Coordenação de Produção, Direção de Programação, Curadoria, Coordenação de Comunicação, Produção Executiva e Produção Local nas cidades de Uberlândia e Araxá.

Além do Fundinho Festival – Jazz e Blues, possui em seu portfólio projetos de sucesso, como: Cine Família na Praça, Diversão e Arte: Música para Crianças de Todas as Idades, Festival de Inverno da Serra da Canastra e Expresso Literário; os quais juntos totalizam 38 eventos realizados em 22 diferentes municípios, para um público de cerca de 116 mil pessoas.

Deixe um Comentário »