Produtores de Campos Altos na final do Concurso de Qualidade dos Cafés de MG

Redação 26 de novembro de 2018 0

Cafeicultores concorrem nas Categorias Café Natural  e Café Despolpado

Quatro fazendas produtoras de café em Campos Altos, no Alto Paranaíba, estão classificadas para a fase final do 15º Concurso Estadual de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais. Os proprietários Flávio Márcio Ferreira da Silva, Lindalva de Oliveira Dutra Vivenza e Paulo Alexandre Modesto de Camargo Garcia (IN MEMORIAN) estão concorrendo na categoria Café Natural, e João Domingos da Silva, na categoria Café Despolpado.

O concurso é considerado o maior do país e teve, neste ano, um total de 1.892 inscritos. Desde14 de novembro, uma equipe de especialistas iniciou uma nova bateria de análises, no Centro de Excelência do Café, em Machado. Foram selecionadas 24 amostras finalistas, divididas em duas categorias.

O Café Natural é aquele que, após ser colhido, passa por um processo de lavagem e é levado para secar.  Já o Café Cereja Descascado/Desmucilado ou Despolpado é lavado e há uma separação dos frutos verdes e secos dos frutos maduros para depois seguir para secagem.

Os classificados estarão na solenidade de encerramento, quando serão feitos o anúncio dos vencedores (regionais e estaduais) e a premiação. O 15º Concurso Estadual de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais é promovido pelo governo estadual, por meio da Emater-MG e Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, em parceria com a Universidade Federal de Lavras (UFLA), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas e a Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão (FAEPE).

No ano passado, o cafeicultor Edson Hiroaki Tamekuni, de São Gotardo, dono de uma propriedade localizada no município de Campos Altos, próximo ao Distrito de São Jerônimo dos Poções, foi o vencedor na categoria Natural Cerrado Mineiro. Edson foi premiado com uma viagem técnica para a Guatemala, recebimento de um cheque no valor de R$ 2.000,00, troféu, certificado do Certifica Minas Café e a venda em leilão do lote de cinco sacas de café de 60kg por até R$ 4.000,00.

Deixe um Comentário »