Paróquia de São José, no Urciano Lemos, realiza Festa de Santa Edwiges e Santo Expedido

Redação 14 de outubro de 2014 0

Festa começa nessa quarta feira, com missa, quermesse e leilão

Por Caio Ranieri

A Paróquia de São José, no Urciano Lemos, Setor Norte de Araxá, no Alto Paranaíba, começa nessa quarta feira (15), a grandiosa Festa em Louvor a Santa Edwiges e Santo Expedito.

Missa, quermesse, leilões e muita animação prometem movimentar os paroquianos e toda a comunidade até o domingo (19).

Toda a cidade está convidada a participar do evento. E no encerramento, dia 19 de outubro, um almoço, de 12h às 14h, no valor de R$ 10, promove uma grande confraternização.

Os santos festejados

  • Santa Edwiges

Santa Edwiges da Silésia, nascida Edwiges de Andechs, é conhecida na Polônia pelo nome de Jadwiga Śląska. Depois da morte do marido e dos filhos, entrou para o mosteiro e dedicou-se a ajudar os carentes. Com seu próprio dinheiro, construiu hospitais, escolas, igrejas e conventos.

Ganhou fama de protetora dos endividados por ajudar detentos da região, presos por não terem recursos pagar suas dívidas. Foi proclamada santa pela Igreja Católica em 1267. O dia 16 de outubro é dedicado a Santa Edwiges, popularmente conhecida como protetora dos pobres e endividados.

  • Santo Expedito

Santo Expedito, segundo a tradição, era armênio, não se conhecendo o lugar de seu nascimento. Era chefe da 12ª Legião Romana, cognominada “Fulminante”, estabelecida em Metilene, na Capadócia, sede de uma das províncias romanas da Armênia, e onde sofreu seu martírio.

Depois de ser flagelado até derramar sangue, teve a cabeça decepada. Era o dia 13, das calendas de Maio, ou 19 de Abril de 303, afirmam os martinólogos da época. Somente em 324, com a retomada da autoridade do imperador cristão Constantino, as terríveis perseguições tiveram fim.

O culto à Santo Expedito se estabeleceu em sua pátria, transpondo o Oriente e passou para a Alemanha meridional. De lá se espalhou pela Itália, Espanha, França e Bélgica. Em várias igrejas do mundo apresentam-se estátuas representando Santo Expedito, com traje legionário, vestindo uma túnica curta e um manto jogado militarmente atrás dos ombros, tendo postura militar. Em uma mão segura uma palma e na outra uma cruz.

Com seu pé, esmaga em um corvo, que se consome a lançar seu grito habitual: “Crás” (“Amanhã”, o deixar para o dia seguinte ou mais tarde, tudo o que se deve cumprir imediatamente). Santo Expedito responde à ave, com a cruz que segura na mão direita, “Hodie!” (“Hoje”, sua vontade de lançar fora qualquer retardamento ou hesitação no cumprimento da tentação).

Por este motivo, é invocado nos casos que exigem solução imediata e recebeu o título de patrono das “Causas Urgentes”. Ele não adia seu auxílio para amanhã, atende sua prece hoje ou na hora em que mais se precisa de ajuda.

Deixe um Comentário »