Campo esportivo do bairro Boa Vista vive situação de abandono em Araxá

Redação 9 de dezembro de 2014 0

Presidente do bairro contou que local tem servido para uso de droga entre adolescentes

Por Wallace Coelho

A falta de manutenção no Campo Barretão, situado na rua 34, no bairro Boa Vista, setor Oeste, de Araxá, no Alto Paranaíba, gera queixas dos moradores. Em alguns pontos, o local repleto de sujeira e abandonado, se transformou em abrigo para dependentes químicos. A situação traz insegurança.

De acordo com o presidente do bairro, José Valdez da Silva, é preciso reforçar mais a segurança para trazer tranquilidade à população. “O efetivo da nossa polícia é pequeno e, eles acabam não tendo como fazer muita coisa. Só quando aparecer alguém morto lá dentro é que será tomada providência”.

O campo foi construído na gestão de Antônio Leonardo Lemos de Oliveira, o Toninho, para receber partidas de futebol, como disputas do Amadorão, e ambiente de lazer entre os moradores do bairro e região. Porém, hoje quem passa pelo local se depara com a estrutura totalmente comprometida.

A cabine destinada à transmissão de futebol pelos veículos de comunicação está sem uma parte do telhado e a porta foi danificada. As paredes estão todas pichadas por ação de vândalos. Arquibancadas que antes recebiam torcedores, hoje estão estragadas.

No vestiário a situação não é diferente: o teto e parede apresentam infiltração. E é exatamente na área interna que segundo, José Valdez, os menores utilizam para consumo de drogas.

Há mais de um ano, os moradores do bairro estão sem local para praticar esporte. Com mato crescendo, falta de iluminação e muita reclamação eles buscam uma solução. “O campo já tem estrutura, mas precisa apenas de reforma para sociedade voltar usar. Pedimos que as autoridades façam alguma coisa porque a sociedade está critica”, explica o presidente.

O líder do bairro contou à nossa reportagem que o secretário de serviços urbanos, Marco Antônio Rios, já esteve no local para conhecer a realidade. E nas próximas semanas haverá um novo encontro para discutir sobre o problema.

Deixe um Comentário »