Campanha de doação de sangue é realizada em Sacramento nesse sábado

Redação 27 de outubro de 2017 0

Saiba quem pode doar e como participar dessa ação solidária

Por Caio Ranieri

A cidade de Sacramento, no Triângulo Mineiro, recebe nesse sábado (28), no Cres, a campanha de doação de sangue. A ação começa às 8h. A doação é 100% voluntária e beneficia qualquer pessoa, independente de parentesco com o doador.

O sangue é essencial para os atendimentos de urgência, realização de cirurgias de grande porte e tratamento de pessoas com doenças crônicas, como a Doença Falciforme e a Talassemia, além de doenças oncológicas variadas que, frequentemente, necessitam de transfusão.

Para doar, a pessoa precisa ter idade entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos. Os menores de 18 anos devem possuir consentimento formal do responsável legal. O doador deve ter no mínimo 50 quilos, estar alimentado e ter evitado alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação.

Caso seja após o almoço, deve aguardar pelo menos duas horas antes do procedimento. É recomendável ainda que a pessoa tenha dormido pelo menos seis horas nas últimas 24 horas.

Proibições

Não podem doar sangue pessoas com gripe, resfriado e febre; eles devem aguardar sete dias após o desaparecimento dos sintomas. Gestantes também estão impedidas e mulheres no pós-parto normal, em 90 dias ou 180 para cesariana. Mulheres amamentando também estão proibidas.

Ainda, está impedida a pessoa que consumiu bebida alcoólica nas 12 horas antes da doação, que tenham feito tatuagem e/ou piercing nos últimos 6 meses (piercing em cavidade oral ou região genital impedem a doação); exames/procedimentos com utilização de endoscópio nos últimos 6 meses e comportamento de risco para doenças sexualmente transmissíveis (aguardar 12 meses).

De maneira nenhuma podem doar sangue quem teve hepatite após 11 anos, doenças transmissíveis pelo sangue, como Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas; usuários de drogas.

Deixe um Comentário »